10 de mar de 2015

Membros do grupo Brasilidade Criminológica defendem dissertação

Nesta semana, no Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal de Santa Catarina, os mestrandos do grupo Brasilidade Criminológica, Luciano Góes e Vanessa Lema defenderam  suas dissertações e sagraram-se mestres com distinção e louvor.




O trabalho defendido por Vanessa, intitulado "O trabalho das mulheres no presídio feminino de Florianópolis: das funções declaradas às funções latentes e realmente cumpridas" foi desenvolvido sob orientação da Professora Vera Andrade e contou com a presença da banca formada pelos professores: Drª Vera Regina Pereira de Andrade (UFSC), Drª Ana Luiza Pinheiro Flauzina (UNB), Dr. Theophilos Rifiotis(UFSC) e Drª Odete Maria de Oliveira (UFSC).

O trabalho apresentado por Luciano, intitulado "A 'tradução' do paradigma etiológico de criminologia no Brasil: um diálogo entre Cesare Lombroso e Nina Rodrigues a partir da perspectiva centro-margem" foi desenvolvido sob orientação da Professora Vera Andrade e contou com a presença da banca formada pelos professores: Drª Vera Regina Pereira de Andrade (UFSC), Drª Ana Luiza Pinheiro Flauzina (UNB), Dr.ª Thais Luzia Colaço (UFSC) e Dr. Paulino de Jesus Francisco Cardoso (UDESC).

No mesmo período, o mestrando Eduardo Granzotto Mello defendeu seu projeto de dissertação, intitulado "A formação do subsistema penal federal no período dos governos Lula e Dilma (2003-2014)" perante a banca formada pelos professores: Drª Vera Regina Pereira de Andrade (presidente da banca), Drª Márcia Aguiar Arend e Dr. Giovani de Paula.